Morrissey: 53 "domingos" de aniversário

22/05/2012 | Coluna: Mainstream Alternativo

Morrissey: 53

Ele disse que “todos os dias são como Domingo”, é grande ativista em defesa dos animais, colecionando uma dúzia de declarações polêmicas, e, bombardeado por perguntas sobre sua orientação e vida sexual, costumava dizer em entrevistas que era celibatário. Dotado de uma introspecção altíssima que capta, interpreta e traduz, em canções,  algo de uma realidade inteligível, extremamente acessível em identificação pelo público, mas, em contrapartida, extremamente complexa em grau de profundidade, Steven Patrick Morrissey,  ou apenas Morrisey, se consagrou como vocalista de uma das bandas de rock mais importantes da história: os Smiths.

Sobre a poesia das letras de Morrissey nos Smiths, o database Allmusic.com, as descreve como "cheias de uma angústia romântica, alienação social e com recortes inteligentes- conectadas poderosamente com uma legião de jovens sensíveis e, ao mesmo tempo, insatisfeitos”. Entre esses jovens “sensíveis e insatisfeitos” influenciados pelos Smiths estavam membros das bandas britânicas Suede, Blur, Oasis, Radiohead e Pulp, além do não-britânico, e sim americano, Jeff Buckley.

Mas Morrissey também possui uma carreira solo memorável, com alguns grandes sucessos musicais e um ativismo cada vez mais intenso, que tem dividido seus velhos fãs. Para alguns, um líder que fala em nome de causas pelas quais esse grupo de fãs também luta, e com declarações impactantes, mas necessárias para a manutenção de um modelo rumo ao que acreditam ser ideal. Para outros, talvez um velho líder, por quem nutrem admiração e gratidão e que os compreendeu bem nos abismos da adolescência. Uma personalidade interessante, mas cujos interesses vão se distanciando gradualmente dos projetados pelos fãs.

É bem verdade que Morrissey ficou um pouco intolerante com os que não pensam como ele, criado alguns desafetos por conta do teor de suas mensagens em camisetas ou declarações, se tornado um pouco radical em suas causas e consequentemente, como todo radicalismo,  se mostrado muito mais áspero ao pensamento contrário, ou diferente, do que disposto a dialogar e debater sobre ele com jogo de cintura. Não é a postura ideal, embora muitos roqueiros (e seres humanos em geral) também o façam em nome de outros valores e por outros motivos.

Seja lá como for, hoje, 22 de maio, Morrissey completa 53 primaveras (ou outonos, cá pra nós) e permanece um expoente do rock: coração dos Smiths e os batimentos cardíacos de muitos jovens dos anos 80, dos anos 90, dos 2000...

 

 


Tags: morrissey, 53 anos, 22 de maio

Audrey Bertho

Jornalista, apaixonada por todas as expressões da arte (com uma quedinha para a música) e antenada com o mundo tecnológico. Adora R.E.M, ipês amarelos, happy hours estendidos e ainda tem esperança no ser humano e em um mundo melhor.

http://flavors.me/adybertho

Comentários

Avaliação dos Internautas

Para enviar sua avaliação, você precisa registrar-se no Facebook e utilizar o aplicativo do PeruiBest. Obs: o PeruiBest não tem acesso e não salva sua senha do Facebook.